quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Superintendente da Semob culpa motoristas de ônibus por engarrafamentos da Lagoa

A mobilidade urbana tem sido uma das pautas mais debatidas das eleições 2016 entre os candidatos a prefeitos nas grandes e médias cidades de todo país. Em João Pessoa não é diferente e uma das principais reclamações dos usuários de transporte públicos na Capital é o aumento no tempo de espera pelos ônibus nos terminais da Lagoa. 


Após muitas reclamações através das redes sociais, meios de comunicação e diretamente na Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob), o órgão municipal divulgou uma nota informado que disponibilizou quatro agentes de trânsito para tentar reduzir os congestionamentos e culpou os motoristas de ônibus pelo caos instalado no local. “Esse trabalho de conscientização dos motoristas compete às empresas para que os passageiros tenham acesso aos ônibus nos respectivos pontos. O que também prolonga o percurso é o motorista parar no local errado”, disse o superintendente da Semob, Carlos Batinga.

O tempo de espera por ônibus pode ultrapassar 40 minutos em determinados horários e isso tem feito com que os trabalhadores cheguem mais tarde em casa após a longa jornada de trabalho. Outra reclamação constante é a demora para que os coletivos cheguem nas plataformas de embarque e desembarque nos terminais da Lagoa, o que tem ocasionado o atraso de muitas pessoas que trabalham no comércio. Leia abaixo na íntegra a nota distribuída pela Semob: 

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob) disponibilizou, desde a última sexta-feira (9), equipes de agentes de mobilidade para disciplinar o trânsito nas vias de acesso ao Parque da Lagoa Solon de Lucena. Segundo o superintendente da Semob, Carlos Batinga, a medida foi tomada devido ao aumento no fluxo de veículos que acontece no Centro da Capital a partir das 16h. 

“Nós disponibilizamos esses agentes para organizar o tráfego no local, sobretudo o transporte de ônibus. São quatro agentes que ficam no início da Avenida Duarte da Silveira e Princesa Isabel, das 16h às 19h, que é o período de maior movimentação”, explicou Batinga. Além da presença diária dos agentes da Semob, o superintendente lembrou ainda que as empresas de transporte coletivo também disponibilizaram fiscais para orientar os motoristas quanto a parada nos pontos corretos para embarque e desembarque dos passageiros. “Esse trabalho de conscientização dos motoristas compete às empresas para que os passageiros tenham acesso aos ônibus nos respectivos pontos. O que também prolonga o percurso é o motorista parar no local errado”, complementou o superintendente. 

Fonte: Paraíba Já

5 comentários:

Leonardo Lins disse...

Todos sabem que o espaço é pequeno e muito apertado... Um pouco de culpa também dos motoristas, claro, por causa que não param em suas devidas paradas. Mas foi muito mal planejado, e isso acarretou diversas coisas! Achei um planejamento mal feito, e arranjam algo para colocar culpa...

Claudio Martins disse...

Nota de esclarecimento depreciativa em relação aos operadores do sistema, estes que tanto fazem para prestar um serviço de qualidade em um trânsito cada veiz mais caótico.Em vez de unir, semeou o separar.

José Carneiro disse...

os engenheiros deram uma cagada feia no projeto das paradas de onibús da lagoa e agora querem tirar o deles da reta colocando a culpa nos motoristas. e esse Carlos Batinga é um nojento e incompetente que não resolve nada !!!

Mariluce Souza de Morais disse...

SÉRIO?!!! DEIXA EU PEGAR O MEU QUEIXO QUE ACABOU DE CAIR....

por agua a baixo 1 disse...

esta nota é uma nota inrresponsável,coisa de menino o correto é reconhecer os erros e acertar fazer o correto.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...