domingo, 22 de janeiro de 2017

Diferença de preços entre as passagens de ônibus e avião chega a 223%

Viajar de ônibus ainda é a melhor opção para o bolso do consumidor e, com a crise, ganhou adeptos. Em pesquisa realizada em sites de buscas de passagens aéreas e terrestres na internet, foi constatado que o valor dos bilhetes para viagens de avião ainda são mais caros. 


Para o período de 13 a 20 de fevereiro, os tíquetes de viagens aéreas com saídas de Fortaleza para Juazeiro do Norte, por exemplo, custavam, em média, 223% a mais em comparação com os preços de ônibus. Enquanto de avião o passageiro desembolsa, em média, R$ 418, com as taxas de embarque incluídas, de ônibus este valor cai para R$ 129. Mesmo para quem opta por poltronas com mais espaço, o preço ainda sai mais em conta, cerca de R$ 250 ida e volta. Em trechos no Nordeste, com saídas de Fortaleza para Recife, Natal e Salvador, os valores também são considerados elevados. 
Para Recife, o consumidor paga cerca de R$ 493. Nas mesmas datas, é possível comprar passagens de ônibus por R$ 178, uma variação de mais de 176%. Para a capital potiguar, o preço de avião não sai por menos de R$ 324, já de ônibus, os passageiros desembolsam R$ 142, variação média de 130%. 

Fonte: Diário do Nordeste

sábado, 21 de janeiro de 2017

Tarifa de ônibus sobe para R$ 3,20 a partir deste domingo em João Pessoa

A tarifa de ônibus em João Pessoa sobe de R$ 3 para R$ 3,20 a partir deste domingo (22). O valor foi sancionado pelo prefeito Luciano Cartaxo, nesta sexta (20), logo após a Superintendência Executiva de Mobilidade sugerir valor de R$ 3,30. O novo valor ficou 10 centavos abaixo do que havia estabelecido o Conselho Tarifário em reunião nesta sexta (20). 

Parâmetro usado pelo prefeito foi o de reposição do índice anual da inflação, que fechou 2016 a 6,29%. "Luciano Cartaxo exigiu também que os consórcios que operam o sistema de transporte público na Capital promovam a renovação na frota e que melhore a qualidade dos serviços", diz a nota da Prefeitura de João Pessoa sobre o aumento. Segundo Cartaxo, o valor sancionado presa pelo equilíbrio. "Recompõe custos para que as empresas possam continuar prestando o serviço dentro dos padrões exigidos pela administração e não onera o usuário, já que o reajuste é um dos menores de todas as tarifas públicas". 

Nas duas planilhas analisadas pelo Conselho Tarifário as propostas eram de aumento das passagens acima do índice inflacionário. Numa delas, a tarifa subiria 45 centavos, ficando em R$ 3,45. Noutra, a proposta de aumento seria de 33 centavos, ficando em R$ 3,33. O valor aprovado foi de R$ 3,30, mas o prefeito, no entanto, reduziu este valor para R$ 3,20.

Fonte: Portal Correio

Estudantes ameaçam entrar na Justiça contra aumento de passagens em João Pessoa

Estudantes secundaristas e universitários se posicionaram contra o aumento da passagem de ônibus e avaliam até mesmo a possibilidade de entrar na justiça para tentar impedir o reajuste. Além disso, as entidades pretendem realizar protestos, mas ainda não há datas definidas. 

Segundo o Correio Online, durante reunião realizada no começo desta semana, organizações e movimentos estudantis formaram uma comissão judicial para analisar a possibilidade de barrar o reajuste das passagens. Os mandatos dos vereadores Tibério Limeira, Sandra Marrocos e Marcos Henriques, além do da deputada Estela Bezerra, também estão apoiando as mobilizações, inclusive no âmbito legal. Além disso, uma nota assinada em conjunto pelas organizações dos estudantes e pelos parlamentares foi divulgada nesta semana. 

De acordo com o vice-presidente da Associação Paraibana dos Estudantes Secundaristas (Apes), Jônatas Silva, a data para o protesto não foi definida durante a reunião porque não se sabia a data da reunião do Conselho Tarifário. “Em nossa opinião, há vários motivos para sermos contra o aumento da passagem. Um deles é a péssima qualidade dos ônibus. A demissão dos cobradores é outro, já que os motoristas assumiram dupla função. Esse vai ser o quarto aumento em dois anos, mas não vemos a diferença real na qualidade do transporte que, nas áreas periféricas, circulam ônibus sem porta, com cadeira quebrada e lotado. Somos contra qualquer tipo de aumento”, argumentou.

Fonte: Portal Correio

Protesto de estudantes interrompe reunião sobre reajuste da tarifa de ônibus em Campina

Um grupo de estudantes invadiu a sede da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Campina Grande (STTP), nesta sexta-feira (20), durante reunião para definição de reajuste da tarifa de ônibus da cidade. A reunião teve que ser adiada e até as 17h45 (local) não havia muitos detalhes da confusão. 

Atualmente em Campina, a tarifa de ônibus custa R$ 2,75, mas poderá subir para R$ 3,10. A reunião que começou por volta das 17h desta sexta foi interrompida e teve que ser adiada após o protesto com a invasão de cerca de 30 estudantes na sede da STTP. 

Os estudantes exigiram que seja feita uma audiência pública para que a tarifa seja debatida com mais setores da sociedade. Até o fechamento desta matéria, não havia definição sobre quando ocorreria essa audiência pública ou a nova reunião para tratar sobre o aumento da tarifa de ônibus em Campina Grande.

Fonte: Portal Correio

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

“Vou pensar no povo”, diz Cartaxo ao reafirmar que tarifa de ônibus não está na pauta

“Vou pensar no povo, que é importante”. A afirmação foi dada nesta quinta-feira (19), pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, ao ser questionado pelo Correio Debate, da Rede Correio Sat, quando vai ser concedido o aumento das passagens de ônibus da Capital. 

Segundo o prefeito, ele ainda não tomou conhecimento das planilhas de custo das empresas que fazem o transporte coletivo e não sabe de quanto será o aumento. 

“Só vou me posicionar sobre a questão das passagens quando chegar a planilha. Vamos fazer uma análise técnica e não um debate político. Eu não vou polemizar aumento. Nós tivemos agora um aumento da água de forma astronômica e eu não vi esse debate, essa confusão toda. Vamos esperar. Quando a planilha chegar eu vou tomar a decisão. Não tem pressão nenhuma sobre o prefeito. Na hora que tiver que definir, eu vou definir e vou pensar no povo também, que é importante”, afirmou Cartaxo.

Fonte: Portal Correio

Antes de seguir para Cartaxo, Conselho se reúne para definir reajuste da passagem de ônibus

O Conselho Municipal de Mobilidade Urbana de João Pessoa se reunirá nesta sexta-feira (20) e deve apresentar sugestão de reajuste no preço das passagens de ônibus urbanos na capital. Esta será a primeira reunião do conselho em 2017. 

Deve ser discutido um novo valor para as passagens de ônibus em João Pessoa. O valor sugerido para o reajuste deverá seguir para homologação do prefeito Luciano Cartaxo, que é quem dá a palavra final sobre a questão. Especula-se que o reajuste da passagem de ônibus deve ficar entre 11% e 14%. O preço poderá chegar até a R$ 3,40. 

Devem participar da reunião representantes dos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCE) de faculdades paraibanas; da Câmara Municipal; da Prefeitura de João Pessoa; do Sindicato dos Motoristas; do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo; do Sindicato Intermunicipal dos Condutores Autônomos e a própria Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob-JP), sendo que esta última preside o conselho.

Fonte: Portal Correio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...