sexta-feira, 2 de dezembro de 2022

Torino, nome forte que vence as décadas

Ficar por mais de trinta anos em produção não é para qualquer um, ainda mais quando se trata de veículos pesados, cujo ciclo de renovação dos modelos e o surgimento de novas nomenclaturas são de habitualmente de dez anos em média. 
Torino GV, um grande sucesso fabricado em 1995.

Conseguir resistir a décadas é sinal de qualidade desde os primeiros ônibus e de boa aceitação da marca. Assim é com o modelo urbano Torino, da Marcopolo, que pode ser considerado um dos maiores sucessos do mercado e um ônibus lendário no Brasil. Claro que o Torino teve diversas versões, acompanhando evoluções tecnológicas e de design. 
Torino G6, também conhecido como Torino 2000, esteve presente em várias empresas de João Pessoa.

O Torino, pela sua longevidade é marca presente nos principais sistemas de ônibus urbanos do País, desde os mais simples até os que possuem maior demanda de passageiros. 
Torinos G7 da Unitrans

Para se ter uma ideia da importância deste modelo nos transportes nacionais, de acordo com a Marcopolo, entre 1983 e o primeiro semestre de 2016, foram comercializado no Brasil, mais de 110 mil unidades do Torino. 
New Torino, o modelo da Marcopolo que se destacou entre as empresas paraibanas.

O modelo está presente em países de todos os continentes. A Marcopolo exportou também neste período, 20 mil unidades do Torino, em diversas versões.
Torino "S", atualmente apenas a Unitrans possui esse modelo.

Fonte: Ponto de Ônibus

quinta-feira, 1 de dezembro de 2022

Vídeo: Boa Vista e Setusa no Valentina

As empresas Boa Vista e Setusa marcaram os anos 90 em João Pessoa, principalmente no bairro do Valentina Figueiredo, onde a Boa Vista teve uma atuação em diversas linhas como 118, 119, 120, 519 e posteriormente a linha 2300-Circular, que era da Setusa, mas em 1995 foi repassada para a Boa Vista quando a Estatal começou a apresentar sinais de sucateamento.
Empresa Boa Vista no Valentina Figueiredo
A Boa Vista sempre contou com uma frota diversificada, além de sempre trazer veículos provenientes de outros estados para operar em João Pessoa, no vídeo abaixo, que possui cerca de 50 segundos e foi gravado em 1995, podemos relembrar um pouco das duas empresas. O primeiro veículo a aparecer no vídeo é um Caio Vitória da Boa Vista, operando a linha 120-Valentina, o segundo é um monobloco da Setusa fazendo a linha Circular.

Fonte: Ônibus da Paraíba / Vídeo: Marcos Dias

quarta-feira, 2 de novembro de 2022

Santa Maria incorpora ônibus com suspensão a ar em sua frota


A empresa Santa Maria, integrante do Consórcio Navegantes, está incorporando em sua frota quatro veículos dotados de suspensão a ar. 

São do modelo Marcopolo New Torino e encarroçados sobre o chassi OF-1721L da Mercedes-Benz, sendo os primeiros exemplares com essa característica de chassi a operarem no transporte urbano de João Pessoa. 

Também são compostos por duas portas, elevador para portadores de necessidades especiais, piso taraflex e poltronas acolchoadas. Possuem os prefixos 06018, 06019, 06021 e 06022. O 06019 já está em operação na linha 109-Rua do Rio e os demais irão operar na 9901-Valentina/Mangabeira Shopping.

Fonte: Ônibus da Paraíba
Fotos: Thalison Santos

sexta-feira, 30 de setembro de 2022

Transnacional Locações renova frota com Ideale

Operando diversos contratos com tradição e credibilidade nos estados da Paraíba, Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte, a Transnacional Locações está renovando sua frota com a aquisição de 7 unidades do modelo Marcopolo Ideale. 

Os ônibus são equipados com o chassi OF-1721 BlueTec 5 da Mercedes-Benz, possuem 44 poltronas reclináveis, banheiro, ar condicionado e vidros colados. 

Os prefixos dos carros são 07392, 07393, 07394, 07395, 07396, 07397 e 07398. Logo estarão operando nos principais contratos da empresa e em breve virão mais novidades para a empresa. Contatos e serviços da Transnacional Locações através do fone 3231-1601 ou no e-mail contratos@transnacionallocacoes.com.br

Fonte: Ônibus da Paraíba

quinta-feira, 22 de setembro de 2022

Expresso Guanabara e Viação Progresso ampliam horários da linha João Pessoa x Recife/PE

Uma das principais linhas da região nordeste, responsável por conectar as capitais paraibana e pernambucana, a João Pessoa x Recife teve seus horários ampliados para atender o aumento de demanda do trecho. 

Os novos horários começaram a vigorar na última segunda-feira (19/09) e são de operação diária por parte de ambas as empresas e em ambos os sentidos. São os seguintes: 

05:30 - Progresso 
06:00 - Guanabara 
06:30 - Progresso 
07:00 - Guanabara
08:00 - Progresso 
09:00 - Guanabara 
10:00 - Progresso 
11:00 - Guanabara 
12:00 - Progresso 
13:00 - Guanabara 
14:00 - Progresso 
15:00 - Guanabara 
16:00 - Progresso 
17:00 - Guanabara 
18:00 - Progresso 
19:00 - Guanabara 

As empresas estão acompanhando o fluxo de demanda para fazer quaisquer melhorias nos horários e as passagens podem ser adquiridas de forma online e também nos guichês presentes nas rodoviárias.

Fonte: Ônibus da Paraíba

sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Especial Setusa (Final)

Tres novas linhas foram implantadas pelo Servico Estadual de Transportes Urbanos na capital Paraibana em Janeiro de 1989 - na época com o objetivo de atender antigas reinvindicações das comunidades pessoense, visando sobretudo beneficiar trechos de João Pessoa que vinham se ressentindo da ausência deste tipo de serviço. 

As linhas 2300 e 3200 (circulares), que ligavam e ligam os conjuntos Valentina de Figueiredo a Mangabeira ao terminal urbano, via Pedro II, voltando pelo corredor 2 de Fevereiro, e vice versa; a linha 1001, ligando mandacaru ao Bairro das Industrias, passando pela Lagoa, e a linha 601 que ligava Bessamar ao Baixo Roger, pela via expressa Tancredo Neves, passando também na lagoa e no terminal urbano. Na época a superintendência de transportes publico, STP, informou que com a ativação dessas linhas, seriam desativadas as linhas 111-Valentina (Via Cruz das Armas), servida pela Etur e a 002-Baixo Roger, que contava com 2 ônibus. 

Setusa em Campina Grande: Dentro de um curto espaço de tempo, o servico estadual de transportes urbanos S/A (Setusa) estaria sendo implantado em Campina Grande. O anuncio foi feito em 21 de Janeiro de 1989, pelo governados Tarcisio Burity, quando da visita trabalho que ele fez a cidade, para conhecer os andamentos de diversas obras que o governo do estado vinha realizando na rainha da borborema. Ao trazer essa informação para os Campinenses, Burity já havia aberto licitacao para aquisicao de 20 ônibus que funcionaram inicialmente em Campina Grande, no mesmo esquema adotados em João Pessoa, ou seja, com intinerario circular pela metade da passagem cobradas pelas empresas privadas e com acesso gratuitos para estudantes fardados, idosos policiais civis e militares. 

Segundo o governador Tarcísio Burity o Setusa é era empresa que estava dando certo, por que atendia aos reclamos do povo na capital do estado e certamente faria o mesmo serviço em Campina Grande. Desta forma, o Governado Tarcísio Burity, cumpria a promessa que havia feito a Campina Grande, ao conceber o pedido do prefeito Cássio Cunha Lima, no sentido de que o serviço estadual de transportes S/A, fosse estendido a cidade, idêntica providencia foi prometida para as cidades de Patos, Sousa e Cajazeiras. 

Setusa em Patos: Os patoenses aguardaram com muita expectativa, a chegada dos ônibus da Setusa na cidade, tendo em vista sobretudo as imensas dificuldades, que os operários enfrentavam diariamente, para chegarem aos seus locais de trabalho, nenhuma empresa havia tido sucesso na exploração de linhas, pois os táxis movidos a bujão, foram os responsáveis pelo fracasso das empresas, pioneiramente, Ivan lucena foi quem mais tempo passou servindo a coletividade, mas teve que vender a empresa para o Sr. Estevam Martins. 

No momento surgia a esperança da Setusa chegar ate Patos, depois do mega sucesso que a empresa vinha obtendo em João Pessoa. Três ou quatro ônibus seriam suficientes para atender a todos os bairros, de acordo com estudos dos empresários que pretendiam explorar o ramo. O fato e que se a Setusa chegasse a Patos, centenas de pessoas seriam beneficiadas.

Fim do Setusa: Os prejuízos alegados pelo Setusa nunca foram provados, entretanto, os benefícios são esquecidos, e que os benfeitos nunca são lembrados. Mas se isso por ventura acontecer e a memória falhar, mesmo assim os pontos serão somados por que a obra permanece e será difícil esquecer.

O Setusa veio por fim quando o Governo de Ronaldo Cunha Lima, e hoje em 2022 só encontramos fotos e carcaças do Setusa espalhados pelos ferros velhos da cidade, infelizmente uma obra tão bela acabou de uma forma tão insignificante como foi. 

Fonte: Arquivo Histórico Ônibus da Paraíba
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...