quarta-feira, 23 de julho de 2014

Mário Tourinho revela: AETC já pensa em um novo reajuste na tarifa dos ônibus

O presidente da AETC-JP, Mário Tourinho, afirmou que o aumento da passagem dos ônibus de João Pessoa para R$ 2,35 "frustrou" a categoria, que conta com um novo reajuste em janeiro de 2015. Tourinho frisou que esta renovação de preço veio com "atraso e defasada" e, mesmo ocorrida em julho, não deve impedir que o cronograma de reajustes, que comumente é realizado em janeiro, seja seguido normalmente. 
Mário Tourinho destacou que em dezembro os empresários irão enviar a nova planilha de custos à Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) na esperança de que ela avalie os dados e até o Réveillon anuncie o valor reajustado da tarifa dos transportes urbanos de João Pessoa, que historicamente tem validade em janeiro. Se este calendário for seguido, a capital paraibana terá outro preço da tarifa em seis meses. 

Nas negociações deste mês, os empresários pediram inicialmente um aumento para R$ 2,48, que significava 12,72% a mais sobre o preço da passagem atual (R$ 2,20). Mas na última sexta-feira a Semob autorizou o aumento no preço da tarifa urbana de João Pessoa para R$ 2,408, que representava uma alta menor (9,09%). No sábado, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, homologou o aumento para R$ 2,35, ou seja, 6,21% de alta. "Este aumento chegou com atraso e defasado porque era para ter ocorrido em janeiro deste ano. Quanto mais tempo houver a reavaliação tarifária pior será o impacto para a população. O aumento homologado agora frustrou os empresários e só dará para fazer o contrabalanceamento com as despesas pessoais e sociais", frisou Mário.

Fonte: Jornal da Paraíba

Campina Grande: Sindicato anuncia greve de ônibus por tempo indeterminado a partir desta quarta

Uma greve por tempo indeterminado no serviço de transporte coletivo em Campina Grande deve interromper em 100% a circulação da frota de ônibus a partir da 0h de quarta-feira (23), segundo o Sindicato dos Condutores de Veículos Rodoviários e Trabalhadores em Transporte Urbanos de Passageiros de Campina Grande (Simcof).
A decisão foi tomada na tarde desta terça-feira (22) durante a segunda rodada de negociação entre as partes, realizada na Delegacia Regional do Trabalho (DRT). Os empregados alegam que as empresas não aceitam discutir suas propostas e 220 veículos que fazem o transporte público municipal devem permanecer nas garagens. 

O diretor do Sitrans de Campina Grande, Anchieta Bernardino, informou que o órgão só vai se pronunciar após ser notificado sobre o início da paralisação para tomar as providências cabíveis quanto à paralisação dos coletivos. A greve por tempo indeterminado não afeterá o transporte intermunicipal, segundo o Simcof.

Fonte: G1 Paraíba

STTP dispara: “Aumento de 16% pedido pelos motoristas de ônibus de Campina é inviável”

A gerente de Transportes da STTP, Araci Brasil, declarou que o aumento requerido pelos motoristas de ônibus, no valor de 16%, se torna inviável e traz um percentual mais alto na tarifa. Ela deixou claro que caso o salário aumente, os custos da tarifa vão crescer. 
– A STTP é a responsável pelo cálculo tarifárico. De novembro de 2012 até agora não tivemos aumento, e sim redução, com os protestos de julho. A minha preocupação agora é porque eles pediram 16% de aumento, é um valor muito alto para um calculo tarifárico. Estamos aqui na expectativa de quanto vai ser o percentual atingido após a decisão – afirmou.

Fonte: Paraíba Online

terça-feira, 22 de julho de 2014

Eixo de ônibus quebra em João Pessoa

Um ônibus da empresa Santa Maria, que circula em João Pessoa, teve o eixo rompido no início da noite desta segunda-feira (21). O acidente congestionou uma das principais vias do bairro de Jaguaribe e duas pessoas ficaram feridas. O veículo pertence à linha 109-Rua do Rio, e trafegava pela Rua das Trincheiras, na Capital. 
O eixo que segura os pneus traseiros do ônibus rompeu e fez as rodas circularem até a porta de trás. Com o tamanho e força das rodas, a escada da saída ficou amassada, assim como também a lataria do veículo.

Duas mulheres ficaram feridas no acidente. Maria das Neves, de 49 anos, teve o braço e bacia machucados. Já a outra vítima, de nome e idade não identificada, teve lesão no nariz. As duas passageiras do ônibus foram socorridas pelo Samu. Muitos usuários e testemunhas questionaram as condições dos transportes coletivos em João Pessoa. A empresa Santa Maria enviou um reboque para retirar o eixo e o ônibus quebrado do local.

Fonte: Tambaú 247
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...