sábado, 25 de junho de 2016

“O transporte público tem que ser a prioridade que todos merecem”, afirma presidente da Fetronor‏

O presidente da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Nordeste, Eudo Laranjeiras, voltou a defender a necessidade de transporte público ser visto por alguns usuários e motoristas não como um problema, mas uma solução, sobretudo para a sociedade. Para ele, a medida que se der prioridade ao transporte público, destinando-lhe corredores exclusivos, onde os ônibus não tenham que disputar espaço com o caos que é o trânsito atual, se terá um transporte de qualidade. 

"Hoje somos taxados de culpados, mas somos apenas operadores, não cuidamos do trânsito, o que falta é prioridade dos gestores", esclareceu, lembrando que a Fetronor tem buscado levantar os problemas, conscientizar e levar aos gestores essa necessidade. Nesse sentido, ele citou o fato de 70% das pessoas se deslocarem de ônibus, mas no momento em que uma das faixas é tornada exclusiva para ônibus, há quem reclame de "direito" retirado. 

Erro histórico:  Para Eudo, o que está sendo reclamado na realidade é um privilégio, pois um automóvel leva em média 1,2 pessoas, enquanto um ônibus transporta um número muito maior de pessoas e evita a circulação de 50 a 60 automóveis na rua. Sobre as faixas exclusivas, que têm proporcionado aumento de 20 a 30% na velocidade dos ônibus, ele considerou ainda mais eficiente a implantação de corredores. "Ninguém é contra as pessoas terem automóveis, que só deveriam ser utilizados nos fins de semana, em casos de urgência e necessidades e não durante deslocamentos no dia-a-dia, em flagrante erro histórico. O que adianta é priorizar, como se faz no primeiro mundo, o transporte público", argumentou. Durante habitual participação no Seminário Cidade Expressa recentemente realizado na cidade de Campina Grande, Eudo Laranjeiras destacou o significado de se debater a problemática do transporte junto a sociedade e o meio acadêmico. "Precisamos de todos unidos, a sociedade organizada tem que estar presente e mostrando a necessidade de melhorar a qualidade do transporte, priorizando-o, pois na hora em que isso é feito ajuda a cidade como um todo", disse.

Fonte: Cândido Nóbrega

Acidente entre moto e ônibus da Rio Tinto deixa dois mortos em Pirpirituba

Duas pessoas que viajaram em uma moto, entre os municípios de Pirpirituba e Belém, no Brejo paraibano, morreram depois de colidirem com um ônibus. O acidente aconteceu na rodovia estadual PB-073, na tarde desta sexta-feira (24). 

As vítimas foram um homem de 23 anos, que pilotava a moto, e um adolescente de 17 anos que estava como passageiro da moto. Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a moto que trafegada de Pirpirituba pra Belém perdeu o controle e bateu na lateral do ônibus que seguia no sentido oposto, com destino a cidade de Guarabira, na mesma região. 
No ônibus ninguém ficou ferido. Ainda de acordo com a PRE, piloto e carona da moto não estavam usando capacete. Eles morreram no local.

Fonte: G1 Paraíba

Scania, MAN e Ducati podem ser vendidas pela Volkswagen

O Grupo Volkswagen estuda a possibilidade de vender ao menos três marcas: Scania, MAN e Ducati. A confirmação é do CEO do grupo, Matthias Mueller, de acordo com a versão norte-americana da agência Bloomberg. 

Os motivos são os enxugamentos, com a racionalização de 12 marcas que podem ser eliminadas ou fundidas, e a necessidade de o Grupo Volkswagen se adequar às novas exigências do mercado mundial automobilístico, que dão cada mais importância aos veículos elétricos, sejam carros, caminhões e ônibus. O chamado escândalo do “dieselgate”, pelo qual veículos movidos a diesel do Grupo Volkswagen tinham alterado os resultados das medições de emissões de poluentes para índices menores do que os verdadeiros, trouxe prejuízos financeiros e na imagem do Grupo Volkswagen. 

A comunidade internacional, em especial os formadores de opinião, se levantou publicamente contra atitude atribuída à Volkswagen. O grupo teve de reservar US$ 18,2 bilhões para pagar as multas e reparar os cerca de 11 milhões de veículos que passaram por softwares fraudulentos e mascaravam a real poluição que geravam.

Fonte: Ponto de Ônibus

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Semob adia período educativo de faixa exclusiva para ônibus em Mangabeira para 1° de julho

A Superintendência de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) informa que foi adiado o início do período educativo da faixa exclusiva para ônibus na Avenida Josefa Taveira, no bairro de Mangabeira. 

Agora o começo da ação está previsto para 1º de julho. A medida se faz necessária diante das fortes chuvas que atingiram a cidade na quarta-feira (22), com isso, outros corredores precisam de mais atenção para viabilizar o ordenamento do fluxo por parte dos agentes de mobilidade urbana.

Fonte: Secom

Superintendente da Semob fala sobre climatização nos coletivos

O superintendente de Mobilidade Urbana de João Pessoa, Carlos Batinga revelou nesta quarta-feira (22) que quer saber quem vai pagar pelo ar-condicionado dos ônibus da Capital, sugerido pelo vereador Renato Martins há alguns meses atrás. 

Batinga disse que a população já considera cara e tem dificuldades para pagar a tarifa do transporte público na Capital e não teria condições de pagar pela colocação de ar-condicionados nos ônibus. Assim, alguém teria que complementar o valor a ser pago, seja com a criação de um fundo ou pela iniciativa privada ou qualquer outro. O superintendente disse ainda que sem subsídio é impossível trazer mais benefícios no transporte público já que tudo demanda custos adicionais e a população não poderia custear sozinha. 

"Isso é um caso de ver quem vai pagar essa conta. O usuário já reclama do preço da tarifa. Hoje a discussão é a criação de um fundo Nacional para complementar o valor da passagem. Mas poucas cidades fizeram isso, onde colocaram subsídios no transporte para poder ofertar melhorias como ar-condicionado sem que a população pagasse a mais por isso. No entanto, alguns municípios estão cortando custos e esse subsídio também foi cortado. Os benefícios foram retirados já que o povo não tem condições sozinho pagar uma tarifa especial. Tem que se discutir quem pode ajudar com esse custo a mais", explicou.

Fonte: PB Agora

quinta-feira, 23 de junho de 2016

População de João Pessoa ganha 20 novos ônibus‏

Os usuários do transporte coletivo de João Pessoa ganharam 20 veículos, todos 0 km, nesta quarta-feira (22). A renovação contou com 12 veículos do consórcio Unitrans e 8 do consórcio Navegantes. A entrega foi realizada na Avenida Hilton Souto Maior.

Todos os ônibus são equipados com 3 portas, sendo a porta central com elevador para portadores de necessidades especiais. Possuem 6 assentos preferências, identificados pela cor amarela e balaustres com sensor tátil, garantindo segurança para todos. Além disso, eles já vêm equipados com sistema de monitoramento de câmeras de segurança 24 horas por dia. 

O sistema de geo posicionamento (GPS) já vem embarcado, permitindo nos próximos dias, os usuários terem acesso em tempo real da localização e horários de todas as linhas do sistema. Para o consórcio Navegantes, a novidade é na padronização visual, haja vista, são os primeiros veículos novos incorporados com o atual layout. 

Mais 20 veículos deverão ser entregues na primeira quinzena de Julho. E os outros 20 no decorrer do semestre, totalizando 60 ônibus totalmente novos. Esses 20 primeiros, serão escalados nas linhas Circulares dos consórcios (1500, 2300, 3200, 5100 e 5110), as quais contam com um número elevado de usuários e que atendem zonas distintas da cidade. 

“Ficamos muitos felizes com a aceitação da população e o reconhecimento do nosso esforço ao inserirmos veículos novos e equipados com tecnologia de ponta”, afirma Antônio Barreto, chefe de tráfego da Unitrans.

Fonte: Ônibus da Paraíba
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...