sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Biometria facial estará em 100% dos ônibus de João Pessoa até o fim de janeiro

Diretor institucional do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de João Pessoa, Isaac Moreira Júnior prevê para até o final de janeiro de 2019 a instalação da biometria facial em toda a frota de ônibus que atende a Capital paraibana. O sistema está em fase de instalação e os usuários do sistema de transportes coletivos podem procurar a sede administrativa do Sintur-JP, na Rua 13 de Maio, no centro da cidade, para fazer a atualização cadastral. 

Superação de dificuldades
Ele fez um balanço positivo do sistema de transportes coletivos da Capital, no decorrer do ano de 2018, apesar da forte crise econômica que abalou o País como um todo. “Este ano, como em outras atividades, foi muito difícil, mas o balanço é positivo, porque avançamos e superamos as dificuldades. As novas tecnologias vieram para superar desafios, trazer facilidades e proporcionar uma melhor operação aos nossos usuários”, avalia.

Isaac disse que o setor espera uma melhora para o próximo ano, principalmente por conta da instalação da biometria facial nos ônibus. “Em 2019, vamos ter no início do ano a tecnologia em todas as unidades que operam em João Pessoa, de forma que nos dê segurança e praticidade. Ela estará instalada em toda a frota até o final de janeiro”, assegurou. A biometria facial proporcionará mais segurança e impedirá qualquer tipo de fraude.

Fonte: Cândido Nóbrega

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Semob atribui aumento no valor da tarifa à falta de passageiros no transporte coletivo

Em entrevista à equipe de reportagem do programa Tambaú da Gente, da TV Tambaú, no início da tarde desta segunda-feira (14), Adalberto Araújo, titular da Superintendência de Transportes e Trânsito de João Pessoa (Semob-JP), explicou os motivos que levaram à aprovação do novo reajuste no valor cobrado pela passagem de ônibus na capital paraibana. Desde o domingo (13), o valor de R$ 3,95 passou a vigorar. 

“Esse custo teve um fato diferente de outros momentos, mas que pesou muito foi a perda de passageiros. Isso representou mais de que os insumos cobrados sobre os preços em torno de 40%. Por conta de 6.4 que perdemos de passageiros, a tarifa foi elevada pra R$ 3,95. Tomamos a decisão de dar um desconto no cartão como forma de atrair o passageiro por conta da perda”, disse. Ainda de acordo com o representante, o intuito da autarquia é de modernizar o sistema. “Se a gente conseguir ter o sistema totalmente eletrônico, poderemos tomar algumas medidas a partir do mês de fevereiro – de forma gradual – e, até o meio do ano vamos conseguir estar com esses benefícios colocados a serviço da população mantendo o passageiro fiel”, afirmou.

Indagado sobre o curto período entre a reunião e a cobrança dos valores, Adalberto informou que “75% dos usuários pagam a tarifa no cartão. Apenas 25% pagam em dinheiro. Nossa intenção é fazer com que essas pessoas migrem pra o sistema eletrônico. Houve uma cobertura – e sempre foi feita dessa forma – no final de semana permitimos que a tarifa anterior ainda fosse aplicada no sábado e as pessoas que compraram a passagem com o preço anterior, terão os valores garantidos em até 30 dias”, atenuou. “Acredito que não tenha esse prejuízo. Pedimos para as pessoas que usam dinheiro migrem para o cartão”.

Fonte: Portal T5

STTP esclarece dúvidas sobre Integração Temporal em Campina Grande

O gerente de Trânsito da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Campina Grande (STTP), Daniel Araújo, esclareceu à população campinense como funcionará o sistema de Integração Temporal, que está sendo implementado pela Prefeitura e Sitrans. 

O sistema começou a funcionar a partir deste sábado (12), em uma fase experimental de pelo menos 15 dias. Haverá um tempo estimado de uma hora, após passar o cartão na primeira viagem, para o segundo embarque. Durante os domingos e feriados, segundo o gerente, o período de tempo de integração continuará o mesmo. Entretanto, ele esclareceu que não será permitido usuários integralizarem na mesma linha de ônibus. – Se pegar o 111 e for até o mercado da Liberdade, não pode voltar no 111. Não pode integralizar na mesma linha –.

Por fim, Daniel garantiu que não haverá mudanças para idosos e deficientes. Eles devem continuar mostrando as carteiras de identidade nos ônibus e também poderão fazer a integração. Os pontos de maior fluxo de integração da cidade, de acordo com a STTP, serão na rua Odon Bezerra, avenida Marechal Floriano Peixoto e avenida Almirante Barroso.

Fonte: Paraíba Online

sábado, 12 de janeiro de 2019

Tarifa de ônibus em João Pessoa aumenta para R$ 3,95 a partir deste domingo

O Conselho Municipal de Mobilidade Urbana (CMMU) decidiu o novo valor da tarifa de ônibus em João Pessoa, após reunião deliberativa nesta sexta-feira (11). De acordo com informações da Semob-JP, o novo valor da tarifa é de R$ 3,95. 

No entanto, os usuários do cartão de Passe Legal contarão com um desconto de R$ 0,15, ficando o valor da passagem inteira fixado em R$ 3,80 para recarga de crédito. O valor foi aprovado após cálculos que levaram em consideração os custos operacionais dos ônibus, apresentados na reunião desta sexta-feira. O valor identificado como ideal para a passagem após cálculos realizados seria de R$ 3,98, mas o CMMU fixou o preço em R$ 3,95. 

A Superintendência Municipal de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP), no entanto, apresentou uma proposta de desconto para os usuários do Passe Legal, reduzindo a passagem em R$ 0,15. “Essa é uma forma de valorizar e fidelizar o usuário”, explicou o superintendente da Semob-JP, Adalberto Araújo.

Fonte: Click PB

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Reajuste na tarifa de ônibus de João Pessoa será discutido nesta sexta

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivos Urbanos de João Pessoa (Sintur-JP) reajustou em 4,87% a remuneração dos motoristas de ônibus da Capital. Esse era o último índice que faltava para o Conselho Municipal de Mobilidade Urbana de João Pessoa (CMMU) definir o percentual de reajuste da tarifa dos coletivos. 

De acordo com a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob), a próxima reunião do CMMU está agendada para esta sexta-feira, às 9h30, na sede da Semob. O diretor institucional do Sintur-JP, Isaac Junior Moreira, afirmou que a Semob já tem as planilhas de custos e despesas de 2018 das seis empresas de transporte coletivo que operam em João Pessoa. Com base nesses dados e em outras informações, como a demanda do número de passageiros, a Semob deve apresentar o valor da nova tarifa de ônibus na reunião do Conselho Municipal de Mobilidade Urbana. 

Caso os membros do Conselho aprovem o reajuste, a decisão é encaminhada para sanção do prefeito Luciano Cartaxo. O último aumento da tarifa de ônibus de João Pessoa foi aplicado em janeiro do ano passado. O valor da passagem passou de R$ 3,30 para os atuais R$ 3,55. O reajuste de 7,5% ficou 4,63 p.p acima do índice da inflação de 2017, que foi de 2,95%. O levantamento feito pelo jornal CORREIO apontou que a média dos últimos cinco anos do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou em 6,82%. Nesse mesmo período, a tarifa de ônibus coletivo de João Pessoa aumentou 10,59%.

Fonte: Correio da Paraíba

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Sintur reajusta salários de motoristas da Capital

O Sindicado das Empresas de Transporte Coletivo Urbanos de João Pessoa (Sintur-JP) reajustou os salários de motoristas de coletivos da capital em 4,87%. 

Na reunião realizada nessa segunda-feira (07), o sindicato aprovou o novo vencimento de R$ 2,8 mil, incluindo o vale alimentação. Com o reajuste, o valor da passagem de ônibus também deve ser alterado na Capital. 

O superintendente de Mobilidade Urbana da Capital, Adalberto Araújo, informou que aguardava a planilha de custos do Sintur para dar início aos estudos relativos a passagem, que atualmente é de R$ 3,55.

Fonte: Mais PB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...